Santa Maria Mãe de Deus

Começar o ano pela Porta do Céu

Muito além de um novo ano civil, o primeiro dia de cada ano marca o primeiro dogma Mariano, do qual derivam todos os outros: Santa Maria Mãe de Deus.

Esse título, apesar de tratar-se de Nossa Senhora, é muito mais Cristocêntrico, que mariano:

Ao afirmar que Maria é Mãe de Deus (Theotokos), e não apenas “Mãe de Jesus”, estamos automaticamente afirmando que Nosso Senhor Jesus Cristo, se fez homem sem deixar de ser Deus.

Sendo a natureza humana indissociável da natureza divina, ao afirmar que Maria é Mãe de Deus, demonstramos que Nossa Mãe trouxe ao mundo o Primogênito que iria salvar a humanidade, por completo.

Cumpre destacar também, que desse dogma decorrem todos os outros: Maria foi concebida sem pecado por ser Mãe de Deus, Seu corpo foi preservado da corrupção, sendo assunta ao céu, por ser Mãe de Deus, ela também permaneceu virgem antes, durante e depois do parto, por ser Mãe de Deus! Todas as Graças que Nossa Senhora recebeu, decorrem de forma especial da sua eleição por ser Mãe de Deus.

Com esse acontecimento, a Igreja afirma que Nossa Senhora nos deu o Cristo Total, ou seja, a cabeça da Igreja e o corpo místico, a Igreja (seus membros).

Diante de tamanho acontecimento, o primeiro dia de cada ano é dia de preceito para o católico, sendo necessário ir à Missa.

Dessa forma, iniciamos o ano com a verdadeira Porta do Céu, aquela que nos conduz ao Cristo por inteiro. Não existiria maneira melhor de depositar nossas esperanças, metas e lágrimas de um novo ano.

Quem possui Nossa Senhora como Mãe, fortalece sua fé no que professa a Igreja e não admite superstições, simpatias ou outras formas de dividir sua fé com aquela que nos trouxe o Salvador com seu Fiat.

Laine Trovão, fvc

Laine Trovão, fvc

Membro associada da Comunidade de São Pio X

Seus dados foram enviados com sucesso!

É uma grande alegria em tê-lo(a) conosco nesta obra de evangelização.

Seja muito bem vindo(a) à Comunidade de São Pio X.

Duvidas, fale conosco pelo e-mail voluntarios@piox.org.br ou no tel.: (83) 3341-7017

Olá, irmã(o). Em que posso lhe ajudar?