Capela de São Pio X

A Capela de São Pio X está localizada na jurisdição territorial da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Campina Grande – PB e situada a Rua Afonso Pena, 79 centro da cidade.

Histórico

O prédio da capela foi doado para a Mitra Diocesana de Campina Grande pelo Sr. José de Brito e em 14 de março de 1960 foi inaugurada pelo Padre Antônio Nóbrega de Albuquerque que adaptou-a para o novo fim a que seria destinado. Inicialmente foi arquitetada a frente da Capela, a Sacristia e o altar que se destaca pela sua simplicidade estilística.

Em março de 1979, o então Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Manoel Pereira da Costa, por ver a capela fechada e sem atividades, diante da evasão de sacerdotes que deixaram o ministério, após o Concílio Vaticano II, entregou as chaves a Antonio Lucena que estava iniciando um trabalho com a recém-chegada Renovação Carismática Católica (RCC). “Lucena, inicie um trabalho da Renovação Carismática na capela que está atrás de sua casa, pois lá deve ser porta de entrada para a Igreja”, ordenou o Sucessor dos Apóstolos.

Em 24 de março de 1979, iniciou o primeiro Grupo de Oração da RCC, intitulado de “São Pio X” que está ativo até os dias de hoje. Com o passar dos anos outros Grupos de Oração foram surgindo na mesma capela, “Discípulos de Cristo” nas segundas-feiras a noite, “Viva Fé” nas terças-feiras a tarde.

Atualmente na Capela de São Pio X é cedida em comodato pela Mitra Diocesana para a mantenedora da Comunidade de São Pio X. Toda a animação pastoral está a cargo dos Missionários da Comunidade de São Pio X.

Curiosidades

A Capela de São Pio X é também conhecida como “Igreja do Besouro”. “Mas porque esse nome?” tantos assim questionam.

O algodão no início do século XX foi para Campina Grande a principal atividade responsável pelo crescimento da cidade, atraindo comerciantes de todas as regiões da Paraíba e de todo o Nordeste. Até a década de 1940, Campina Grande era a segunda maior exportadora de algodão do mundo, atrás somente de Liverpool, na Inglaterra. Por isto, Campina Grande já foi chamada de a “Liverpool brasileira”.

Onde atualmente está localizada a capela era uma fábrica descaroçar algodão, e lá possuía um descaroçador que funcionava a diesel e emitindo um barulho parecido com um besouro. Logo a rua Afonso Pena era conhecida, por ser muito estreita, como o “Beco do Besouro”, em seguida com a abertura da capela, a Igreja do “Beco do Besouro”, a “Igreja do Besouro”.

Open chat
Olá, irmã(o). Em que posso lhe ajudar?