Comunidade de São Pio X celebra memória do seu baluarte e patrono

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

Membros associados e vários outros fieis reuniram-se na noite do último sábado (21), para celebrar a memória litúrgica do Papa São Pio X. A Celebração Eucarística foi presidida pelo Vigário Geral da Diocese de Campina Grande e também pároco da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição (catedral), o Padre Luciano Guedes do Nascimento Silva e contou com o auxílio litúrgico do Diácono Permanente Ricardo Soares, da mesma paróquia.

Durante sua homilia, além de abordar os textos propostos pela Liturgia da Palavra, o presidente da celebração fez uma abordagem histórica sobre a vida de São Pio X, o seu papel pastoral. Fez referência ao conjunto escultórico presente na capela da comunidade, onde destacou a dimensão eucarística do pontífice, expressando a possibilidade da comunhão eucarística para as crianças e a permissão para comunhão diária de todos os fiéis. Após a homilia e profissão de fé, foi rezada a belíssima Ladainha de São Pio X. E a celebração transcorreu conforme o rito.

Após a oração Pós Comunhão, o Moderador da comunidade Gustavo Lucena foi convidado para trazer uma mensagem neste dia tão significativo para a associação privada de fiéis ao qual é responsável. De improviso, destacou a importância desta capela e por consequência toda a paróquia para o apostolado da associação. “Esta capela dedicada a São Pio X existe antes mesmo da fundação de nossa comunidade de irmãos. E nos primórdios de nossa associação, este espaço foi entregue ao nosso fundador pelo então bispo diocesano, pois estava fechada em razão da grande crise pós conciliar. Estar neste espaço sagrado e agora promovendo o resgate da dignidade litúrgica do espaço é viver o lema pontifício de São Pio X: restaurar todas as coisas em Cristo.

Por fim, citou um diálogo de São Pio X com alguns cardeais onde ele questiona qual a coisa mais urgente para salvar a sociedade, e após várias resposta dos cardeais, sem que a resposta correta fosse apresentada, o Papa disse: “A coisa mais urgente é ter em cada paróquia um núcleo de leigos virtuosos, e, ao mesmo tempo, apóstolos esclarecidos, bravos e verdadeiros.”. Após suas palavras, o moderador olhou para o Padre Luciano e disse, “é isso que nós queremos ser na sua Paróquia”, concluiu.

A Solenidade foi encerrada por volta das 21h, momento em que os membros associados presentes e os celebrantes se reuniram para fazer um registro deste dia tão especial.

Por: NAMIS

Anterior
Próximo
Open chat
Olá, irmã(o). Em que posso lhe ajudar?