2ª noite da Festa da Padroeira de Campina Grande

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no telegram
Compartilhar no whatsapp

“Excelsa mãe da Conceição, volve a nós tão terno olhar. Nas terras da Borborema, recebei singelo cantar.” Entoando este hino em uma só voz, os fiéis devotos de Nossa Senhora da Conceição participaram, muito animados, de mais uma noite de festa.

A segunda noite foi presidida pelo Padre Wesley Rangel, Administrador paroquial do Santuário do Sagrado Coração de Jesus, no bairro do Catolé. O sacerdote é, também, assessor eclesiástico para as Novas Comunidades, as quais estiveram celebrando com uma participação bem expressiva dos representantes das comunidades de vida e aliança, que estão presentes na cidade de Campina Grande.

O Padre Luciano Guedes, Vigário Geral da Diocese e pároco da Catedral, também estava presente, bem como, os seminaristas e diáconos permanentes Ricardo Soares e José Leite, que auxiliaram nesta celebração.

Padre Luciano acolheu o Padre Wesley e todos os membros das novas comunidades, assim como, todo o povo de Deus que estavam presentes para celebrar a segunda noite do novenário em honra a Nossa Senhora da Conceição. Além disso, a noite foi animada pelos jovens do Ministério de Música Jovens Adoradores, que fazem parte do Encontro de Adolescentes com Cristo (EAC) da Paróquia da Catedral.

No início da sua reflexão, o Padre Wesley agradeceu a presença de todos e destacou a importância da Festa da Padroeira, um momento em que os fiéis vivem um retiro espiritual de fortalecimento da fé, em preparação para o dia de Nossa Senhora da Conceição, no qual se aproxima. O Evangelho, desta segunda noite, retratou a cena de Maria aos pés da Cruz e, em sua homilia, o Padre Wesley nos trouxe a seguinte reflexão: “Quando olhamos para a cruz, devemos lembrar o seu significado redentor e saber que foi por nós que Ele deu a vida.” Logo após, continuou: “No Evangelho de hoje encontramos Maria aos pés da Cruz. É uma das cenas mais chocantes que podemos imaginar. A mãe que assiste a execução de Seu Filho sem nada poder fazer para livrá-lO da dor.”

Isto posto, Maria acolhe o discípulo amado de Jesus como seu filho, a pedido do próprio Jesus, como forma de amenizar a dor de sua Mãe e preencher o espaço vazio deixado por ele. Ao assumir o discípulo como filho, Maria acolhe a todos nós como seus filhos, pois “o discípulo amado é toda a comunidade dos discípulos, é a Igreja que aprende com Maria e a adota como mãe por todos os tempos. Portanto, Maria é a Mãe da Igreja, primeira Igreja e modelo dos discípulos.” Continuou.

Por fim, terminou sua reflexão com as seguintes palavras: “Assumir Maria como nossa mãe é assumir com ela as dores da humanidade. Que Nossa Senhora interceda por todos os que sofrem e faça como fez aos pés da cruz: se compadeça do sofrimento da humanidade e nos alivie com seu amor de mãe.” Concluiu o Padre Wesley.

O Moderador Geral da Comunidade de São Pio X, Gustavo Lucena que participou da celebração falou a equipe do NAMIS, ele destacou que “é muito importante a participação efetiva de todas as expressões vivas da Igreja de Campina Grande na Festa da Padroeira, pois é sinal visível de comunhão com nosso Bispo Diocesano e com a espiritualidade da Igreja local que está sob o patrocínio da Imaculada Conceição,” disse ele.

A Festa de Nossa Senhora da Conceição segue até o próximo dia 08 de dezembro. A terceira noite do novenário da festa será conduzido por Dom Antônio Carlos, bispo da Diocese de Caicó-RN e terão como homenageados os terçários do Terço dos Homens da Diocese, sendo esses convidados para participar desta terceira noite.

 

Por: diocesecg.org.br | Redação do NAMIS 

Anterior
Próximo

Seus dados foram enviados com sucesso!

É uma grande alegria em tê-lo(a) conosco nesta obra de evangelização.

Seja muito bem vindo(a) à Comunidade de São Pio X.

Duvidas, fale conosco pelo e-mail voluntarios@piox.org.br ou no tel.: (83) 3341-7017

Open chat
Olá, irmã(o). Em que posso lhe ajudar?